12 novembro 2009

PESCADOR SOLITÁRIO.



Lagoa de Araçatiba - Maricá-RJ.
Foto e photoshop ney.
Lá estava o pescador solitário, aguardando o momento certo de lançar a rede (tarrafa).

"Só as crianças e os bem velhinhos conhecem a volúpia de viver dia a dia, hora a hora, e suas esperanças são breves. (Mário Quintana).

4 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Belas as palavras de Mário Quintana.
Bonita a fotografia do pescador solitário lançando a tarrafa (há tanto tempo que não via esta palavra!).
Esse pescador, que aí está, é, como diria Fernando Pessoa, "uma ilha no mar da vida", buscando vida!
Um abraço, amigo Ney

ney disse...

Pois é, Carlos, estava ele vivendo seu momento ilha, suas esperanças breves, buscando vida. Os poetas sabem mesmo dizer. Captei a cena com o maior cuidado, de bem distante, para não interferir naquela harmonia. Abraço, ney.

Fernanda disse...

Olá amigo Ney,

Belo como sempre ... poema e fotos.

Abração

ney disse...

Fernanda,
Obrigado pela presença amiga de sempre, pelo carinho de suas palavras, somando forças nesse chegar junto. Abraço/ney.