30 setembro 2008

Crônica
Lixo
Fernanda Torres
Passei as festas de fim de ano em Fernando de Noronha, minhaadorada ilha. Lá, por acaso, comemorei o Natal com uma família vindade São Paulo, hospedada na mesma pousada que eu. O pai tinha um fortesotaque do interior do Paraná e nos disse, com um sorriso maroto, queera lixeiro.
Ficamos curiosos e ele acabou contando sua saga. Nascidona roça paranaense, foi tentar a sorte em São Paulo há mais de trintaanos, com uma mão na frente e outra atrás. Depois de muitos bicos esem nenhum futuro no horizonte, percebeu no ramo da carne umapossibilidade de sustento.
Começou a vender jornal velho a preço debanana aos açougues da região. Na época, olha como isso é antigo,ainda se embrulhava carne com jornal e reciclar era um verbo queninguém conjugava. O paranaense era um homem de visão. Depois dabem-sucedida experiência com o jornal velho, e acometido por uma fortecompulsão, passou a olhar o lixo com olhos de cobiça.

Cresceu e hoje domina o mercado de reciclagem de latas de alumínio em São Paulo.
Mandei importar três máquinas.
Dá vontade de chorar – disse ele.
– Você vê entrar o lixo de um lado e sair ouro do outro, ouro!

Apesar de o Brasil ser um dos maiores produtores mundiais dealumínio, o país exporta tudo o que extrai do solo, nada fica aqui.Praticamente todo o alumínio consumido no país vem das ruas, da forçageológica de formiguinhas humanas que sustentam empresas de pequeno,médio e grande porte. Atualmente, a família que passava férias emNoronha é abastecida por dezenas de cooperativas de coleta, homens emulheres sem grandes perspectivas que encontram nas latinhas ummercado informal de sustento, exatamente como o herói desta crônica,há quarenta anos.Todos eles trabalham no ramo, sorrindo de orelha a orelha,querendo seguir o faro do pai. A filha revende o papel usado doescritório nos bairros menos favorecidos da capital paulista.

Os olhos do pai brilham quando fala da fortuna que é possível fazer com pneu,pilha, garrafas pet, restos de computador... Este é um novo negócioque o paranaense morre de pena de não ter mais idade para explorar: osincontáveis materiais preciosos contidos no lixo tecnológico doscelulares, bips e videogames. Ele falava em tecido de garrafa, deouro, platina e cobre vindos de pilhas usadas, de asfalto de altíssimonível retirado de pneus velhos. Ele me esclareceu a respeito do quepode render um aterro de lixo bem estruturado. Fiquei fascinada comaquele homem, um jeca-tatu visionário made in Brazil.
O lixo é o grande desafio do futuro.

Esqueça a arte, a ciência...

Se o homem não aprender a dar conta de seus dejetos, afundará nessemar de lama. O antropólogo Jared Diamond, em seu livro Colapso,escreve sobre um amigo da República Dominicana que profetiza, diantede uma praia coberta de sujeira, que a humanidade vai ser soterradapelo próprio lixo. Dizem que existem verdadeiros vórtices de imundicelevados pelas correntes no meio dos oceanos, lixões à deriva.

Saí de Noronha convencida de que deveria montar uma firma dereaproveitamento de lixo, querendo juntar pneu, explorar os metais daspilhas velhas. Desisti assim que botei o pé em casa e voltei para oque sei fazer. Mesmo assim, voltei diferente. Passei a separar o lixo com mais seriedade e a recusar os zilhões de sacolas de plástico queme oferecem cada vez que compro uma aspirina. Uso minha shopping bagcom mais freqüência e me revolto com o tamanho das embalagens dosbrinquedos dos meus filhos. São cinqüenta camadas de plástico duro,inviolável, que, conforme abrimos, se multiplicam em mil. No fimrestam um brinquedinho e uma montanha de lixo ao lado.Lembro do tempo em que eu admirava o excesso de invólucros dossupermercados americanos, a quantidade de isopor para embalar umafruta, as cinqüenta sacolas para presentear um anel, uma prosperidadeque hoje mais me parece ignorância.

Já o paranaense, por mim, levava oPrêmio Nobel da Paz na Consciência. Ele merece.

TESTE

Teste...

29 setembro 2008

SÓ PARA VOCÊ


Clique sobre a imagem para ampliá-la.
SÓ PARA VOCÊ
Para ver você
Eu todo dia passo aqui
Eu passo aqui todo dia
Só para ver você
Calor ou frio
Sol ou chuva
Só para ver você
Eu passo aqui todo dia
Eu saio mais tarde
Chego mais cedo
Faço tudo ao contrário
Só para ver você
Passo cantando
Assoviando
Sempre invento um jeito
Só para ver você
Toca o sino na igreja
Solta fogos o balão
Eu venho correndo
Só para ver você
Passa a banda
O bloco de carnaval
A parada da Independência
E nada de ver você
Quando passa o carteiro
Ou vejo um carro parar
Fico sempre a espreitar
Na janela você chegar
Acho que inventei você
Para ser o meu amor
Coisas da imaginação
Nas batidas do coração
Só sei que não adianta
Amanhã, depois e depois
Todo dia vou passar aqui
Só para ver você.
E agora? Cismei que sou poeta.Mas no meu tempo era assim, fazíamos de tudo para ver a namorada. ney/

De olhos bem abertos...(Clique aqui)

Falando em enxergar bem, parece que temos aí a oportunidade de "vermos" algo fictício, hehe...
TOTALMENTE RECORD NA INTERNET:
O VÍDEO ESTÁ RODANDO O PLANETA TODO E JÁ FIZERAM ATÉ VERSÃO EM PORTUGUÊS.

VEJA NO YOUTUBE:
http://br.youtube.com/watch?v=khZQHyVD88s

28 setembro 2008

RUA BOA VISTA



CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA.

A rua é essa, mas não consigo enxergar o número...

Sociedade

Carlos Drummond de Andrade

O homem disse para o amigo:
– Breve irei a tua casa
e levarei minha mulher.

O amigo enfeitou a casa
e quando o homem chegou com a mulher,
soltou uma dúzia de foguetes.

O homem comeu e bebeu.
A mulher bebeu e cantou.
Os dois dançaram.

O amigo estava muito satisfeito.
Quando foi hora de sair,
o amigo disse para o homem:
– Breve irei a tua casa.
E apertou a mão dos dois.

No caminho o homem resmunga:
– Ora essa, era o que faltava.
E a mulher ajunta:
– Que idiota.
– A casa é um ninho de pulgas.
– Reparaste o bife queimado?
O piano ruim e a comida pouca.

E todas as quintas-feiras
eles voltam à casa do amigo
que ainda não pôde retribuir a visita.

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

A UMA ÁRVORE



CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA - (foto ney)

"Versos A Uma Árvore"

Naquela árvore vejo o meu próprio destino:
- brota da terra, cresce, reverdece e enflora!
ontem, - pequeno arbusto humilde e pequenino,
tronco a elevar-se altivo pelo espaço, - agora...

Naquela árvore vejo a minha própria vida,
veio do mesmo pó de onde todos brotamos,
e no esforço da luta e na ânsia da subida
desconjuntou seus galhos... retorceu seus ramos! ...

Em mim, o homem rasgou minha alma e a encheu talvez
de feridas mortais e eternas cicatrizes
nela, - o tronco marcou, quebrou seus ramos, fez
talhos por onde foge a seiva das raízes...

Naquela árvore humana um destino se encerra:
para viver: - lutou! ... para subir: - sofreu!...
E transformou em flor e em fruto o húmus da terra,
e indiferente, ao mundo, os ofertou como eu!

Se se cobriu de folhas, de botões surgidos
à flor da fronde assim como pingos de aurora,
- por dentro, os galhos tortos, rudes, retorcidos,
são as ânsias de dor que ninguém vê por fora...

Por consolo, - quem sabe? - a Natureza deu
ao peito de alguns homens coração de poeta,
assim como as ramagens do arvoredo, encheu
com a música das aves, gorjeante e inquieta...

Naquela árvore, vejo a minha própria vida;
no ser: - a mesma seiva bruta e dolorida;
na face: - a fronde em flor sob a luz e os orvalhos...

E o seu consolo e o meu, e o consolo da gente,
são os pássaros a encher de sons alegremente
as dores e as torturas íntimas dos galhos! ...

(Poema de J. G. de Araujo Jorge,do livro " AMO ", 1938)

27 setembro 2008

ACHEI A PARCEIRA CERTA PARA DANÇAR...

Puxa! Finalmente encontro a parceira certa para dançar. Acho que ela vai conseguir acompanhar meu ritmo (rs).

http://www.youtube.com/watch?v=vQvJcQbVKWs

26 setembro 2008

CANTO DE ONTEM - J.G. de Araujo Jorge





Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).

Vamos, põe teu braço no meu braço, vamos recordar
os velhos tempos
do nosso amor.

Passeávamos assim,
e que frias eram as tuas mãos
no momento do encontro,
e que dóceis teus lábios depois da rendição.

Muitas vezes perdi-me em teus lábios e não soube voltar.

Que era o mundo senão um punhado de perspectivas
que saíam do ponto coração
e se perdiam nos teus olhos?

Tanta cousa esperamos e alguma cousa colhemos
mas que triste, amor, este todo-o-dia matando
o que esperávamos jamais ser tocado pelo tempo.

Tu me queres ainda, eu sei que te aninhas, por hábito ou por frio
junto ao meu corpo, e esperas.

E eu te quero ainda, muito mais pelo que deixaste
nas raízes mergulhadas
e pelo que representas nas nuvens que se acumulam
do que pelo momento de tédio e ternura, elementos
do nosso coquetel cotidiano…

Vamos, põe teu braço no meu braço, como antigamente,
entrega-me docilmente os teus lábios, e pensa
que eu te beijo há mil anos, num tempo em que seremos
sempre os mesmos
e o nosso amor imortal.

SAUDADES

Saudades

Casimiro de Abreu

Nas horas mortas da noite
Como é doce o meditar
Quando as estrelas cintilam
Nas ondas quietas do mar;
Quando a lua majestosa
Surgindo linda e formosa,
Como donzela vaidosa
Nas águas se vai mirar!

Nessas horas de silêncio
De tristezas e de amor,
Eu gosto de ouvir ao longe,
Cheio de magoa e de dor,
O sino do campanário
Que fala tão solitário
Com esse som mortuário
Que nos enche de pavor.

Então - Proscrito e sozinho -
Eu solto aos ecos da serra
Suspiros dessa saudade
Que no meu peito se encerra
Esses prantos de amargores
São prantos cheios de dores:
Saudades - Dos meus amores
Saudades - Da minha terra!

IL DIVO - "SI TU ME AMAS"

http://www.youtube.com/watch?v=NN143cZepV4

Simplesmente...

Falando em milagres...ou sonhos?

E por falar em milagres, temos que lembrar e chegar juntos no que diz respeito à politica a as eleições, afinal temos que escolher em quem votar para melhorar os destinos do nosso país.
Mas em quem devemos votar?
Acho que só um milagre dá jeito nessa nossa Nação de políticos corruptos.

Certamente as atividades políticas em geral são irrelevantes para a Sociedade, mas extremamente lucrativas para os financiadores de campanha dos legítimos representantes dos ricos, que constituem a maioria dos políticos. No Judiciário é a mesma coisa, ainda que não haja eleições. A compra de sentenças e de magistrados, aceleração e atraso de processo é feita diretamente. É o privilégio do capital!

Mas cada povo tem o governo que merece!

Será que o dia em que a massa ignara aprender que pobre deve votar em pobre, trabalhador em trabalhador, negro em negro, mulher em mulher, índio em índio, homossexual em homossexual, deficiente em deficiente, etc., isto vai mudar?
A questão é se este dia vai chegar ainda neste milênio... ?

Ou antes do suicídio coletivo da humanidade?


Ou será que o milagre ainda pode ocorrer através da EDUCAÇÃO?Com escolas de qualidade onde o conhecimento ocorra de modo a dar novos rumos ao destino do Planeta?
Sei lá...
Duvido que a coisa mude sem uma educação que eduque e ensine a pensar criticamente.

MILAGRE

Milagre para mim, é ver a chuva molhar os campos e recender aquele cheiro bom de terra molhada, cheiro de banho de natureza, que faz brotar sementes e até sonhos....Milagre é olhar o céu e ver aquele mundão de estrelas, ali, tudo juntinha sem competir, sem se esbarrar e sem nenhuma ofuscar o brilho da outra...Milagre é essa diversidade de flores que Deus planta pra aqui e pra acolá, só para colorir o caminho da gente, assim como quem não quer nada, mas querendo nos ver feliz....Milagre é tudo que o homem inventou com a inspiração que Deus lhe deu,telefone, luz elétrica, rádio, TV, cinema, etc. Eu não sei como isso funciona e nem quero aprender, mas que émilagre.... É! Milagre é o que a genética faz: De uma coisa piquititinha de nada, cria um embrião que vira pessoa, e que Deus aprova, porque a alma é Ele que coloca....Milagre para mim, é esse mundão sem porteira, sem eira, sem ter um canto para o vento fazer a curva sem ter começo delimitado e nem fim....Milagre é quando olho para meus filhos e vejo traços físicos meus, quando adentro suas almas e vejo traços de anjos, ai eu agradeço a Deus infinitas vezes, por esse milagre....Milagre é a inocência das crianças que falam na cara da gente o que pensam. Pequeno Buda de 6 anos, falou que Deus presta porque faz nuvens com formas de bichinhos fofos....Milagre é acordar de manhã, abrir a janela e ver o amanhecer lindo que Deus coloriu, cada dia de um jeito, faz tudo com capricho e carinho. Ah, acordar já é milagre, e dos maiores...Milagre é quando Deus esquece de dar um irmão pra gente, ai Ele acode e dá o irmão com o nome de amigo, esse é um dos milagres que eu adoro receber....Milagre é o arco íris com aquele tantão de cor e ainda por cima, com um pote de ouro no final, um dia acontece um outro milagre e eu encontro o pote....Milagre é quando alguém que amamos, sem querer, ou querendo, despedaça o nosso coração em um fantastilhão de pedaços, e a gente pensa que vai morrer. Ai aparece alguém com uma cola mágica e conserta tudo! Que bom que esse milagre existe! Milagre é ser um doador de órgãos, pois quando Deus chama para voltarpara casa, só chama o espírito, e esse chega perfeito, se do corpo ficaralgo para aperfeiçoar uma outra vida....Milagre é a natureza que a neve mata ou o fogo destrói, ai nasce tudo de novo sem se importar se vai ser destruída novamente, acho esse milagre lindo!Milagre é quando vejo pessoas ajudando as vítimas da fome, do frio, do desabrigo e do desamor, tem gente que chama isso de solidariedade, eu chamo de milagre.....Agora, se te fiz feliz, ganhei o dia e o aval de Deus, e isso sim, é um grande milagre. Lady Foppa.

25 setembro 2008

CAMINHAR DESCALÇO


Clique sobre a imagem para ampliá-la.

Há muito eu estava para fazer isso, então tirei sapatos e meias e andei no chão de terra do Jardim Botânico do Rio, falam numa boa troca de energias, e dá mesmo uma boa sensação.

Existem mesmo caminhadas organizadas, como o "CAMINHO DOS PÉS DESCALÇOS" - O Caminho dos Pés Descalços é básicamente um percurso de cerca de 800 metros ao longo do qual os nossos pés são sujeitos a uma reflexologia natural pelo contacto com 17 elementos diferentes do arquipélago da Madeira: pinhas, bagas de eucalipto, folhas de louro, calhaus, areia preta e dourada do Porto Santo, areão, lamas entre outros (vide outra imagem).

24 setembro 2008

AINDA SOBRE O TEXTO DE HOJE...





Clique sobre a imagem para ampliá-la. (foto ney - JB Rio).

No texto, hoje postado, diz que Rubem Alves ama Deus, mas tem sérios problemas com o que as pessoas pensam e/ou dizem a Seu respeito.
As crianças não têm idéias religiosas, mas têm experiências místicas. Experiência mística não é ver ser do outro mundo. É ver este mundo iluminado pela beleza.

Também não entendo essa idéia de se apoderar do Criador/Criação, jogar sobre os ombros Dele todas as nossas possíveis dificuldades e mazelas, guerras e terror, temê-lo ao invés de amá-lo, estabelecer preceitos próprios para alcançá-lo, como se nós humanos pudéssemos ser donos da verdade e do mistério da vida. Afinal, a grandeza da criação não seria tudo isso a nossa volta?

VOLTANDO A UM DOS TEXTOS DO RUBEM ALVES



Clique sobre as imagens para ampliá-las (fotos ney - Jardim Botânico-Rio).

“Na escola eu aprendi complicadas classificações botânicas, taxonomias, nomes latinos – mas esqueci.
Mas nenhum professor jamais chamou a minha atenção para a beleza de uma ÁRVORE...
... ou para o curioso das simetrias das folhas.” Rubem Alves.

ADEUS À VISTA DA MINHA VARANDA.








Clique sobre as imagens para ampliá-las.

Eram 3 belas casas com piscinas, virou um buraco e um stand de venda, e vem subindo a construção, chegando na minha varanda, adeus ao sol nascendo, à lua aparecendo enorme por trás do morro, as árvores, passarinhos, a NAMORADEIRA ficou triste, eu pintei os olhos e os lábios dela mas não adiantou, o CALOPSITA nem quis olhar. É a selva de pedra.

A vida não pode ser economizada para amanhã.
Acontece sempre no presente.

Rubem Alves

EDUCAR PARA O MUNDO.

Rubem Alves.

http://www.slideshare.net/guestb75b71/educar-presentation-597998?type=powerpoint

“Quando a gente abre os olhos, abrem-se as janelas do corpo, e o mundo aparece refletido dentro da gente.”
“Quem não muda sua maneira adulta de ver e sentir e não se torna uma criança jamais será sábio.”
“Os conhecimentos nos dão meios para viver. A sabedoria nos dá razões para viver.”
“Para as crianças, tudo é espantoso: um ovo, uma minhoca, uma concha de caramujo, o vôo dos urubus, os pulos dos gafanhotos, uma pipa no céu, um pião na terra. Coisas que os eruditos não vêem.”
“Na escola eu aprendi complicadas classificações botânicas, taxonomias, nomes latinos – mas esqueci.
Mas nenhum professor jamais chamou a minha atenção para a beleza de uma árvore...
... ou para o curioso das simetrias das folhas.”
“Sinto-me nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo. A última coisa que se pode sentir diante da eterna novidade do mundo é tédio. O pensamento é uma criança que explora essa caixa de brinquedos chamada mundo. Pensar é brincar com os pensamentos.”
Rubem Alves diz que: “... ama Deus, mas tem sérios problemas com o que as pessoas pensam e/ou dizem a Seu respeito.
As crianças não têm idéias religiosas, mas têm experiências místicas.
Experiência mística não é ver ser do outro mundo. É ver este mundo iluminado pela beleza.”

Eu concordo com ele inteiramente: A grandeza da Criação está em tudo a nossa volta.

BANCO DE PRAÇA


Clique sobre a imagem para ampliá-la.
... Sai de lá e os dois continuavam conversando, nem se importam com chuva ou sol, calor ou frio, dia ou noite, vai longe aquela prosa.

CAMINHANDO E PEDALANDO POR AI...





Clique sobre a imagem para ampliá-la.

Foi um percurso e tanto, e valeu a pena.

PESCADOR



Clique sobre a imagem para ampliá-la.

Na imensidão do mar e complexidade da cidade, diferentes realidades.
foto ney.

23 setembro 2008

A primavera da vida




A primavera da vida
Não é quando temos 18 anos
E não sabemos nada de nada
E pensamos que sabemos tudo;
Quando pensamos
Que nossas dores de amor
Serão eternas...
A primavera da vida
Chega quando nos sentimos
Prontos para nascer
Para as coisas boas e belas
Que a vida nos oferece;
Quando nos sentimos bem conosco mesmos
E podemos nos olhar no espelho e dizer:
-Agora sei o que quero,
Sei do que preciso
E sei o que vou buscar;
Não tenho medo de errar.
A primavera da vida
Chega quando olhamos para trás
Sem ressentimentos,
Sem arrependimentos
E para o futuro com o brilho nos olhos
De quem já descobriu
Que dores não são eternas
E alegrias também não,
Mas que a gente vive
E sobrevive apesar de tudo.
É quando a gente descobre
Que nunca é tarde demais
Pra recomeçar.


Letícia Thompson

AS ROSAS NÃO FALAM - Cartola









Clique sobre as imagens para ampliá-las.
Rosas do Jardim Botânico-Rio (fotos ney).

PRIMAVERA





Clique sobre as imagens para ampliá-las.

A primavera começou com uma bela tarde aqui na orla de Niterói, e de passagem por lá dei a minha clicada no visual.

Ela começou às 12:44h. dessa tarde do dia 22 de setembro e recebeu aqui no blog as boas-vindas da Heli. Cores e perfumes, flores... e vamos homenageá-la com a bela música de Vivaldi em Quatro Estações - com o tema PRIMAVERA...

http://www.youtube.com/watch?v=Y4qW8iBHFM0&feature=related

22 setembro 2008

FAXINA NA ALMA

Vamos aproveitar que a PRIMAVERA chegou e dar uma faxinada onde for necessário para renovar as nossas esperanças e deixarmos de lado a nossa "cara de inverno"...
FAXINA NA ALMA
Carlos Drummond Andrade
Não importa onde você parou...
em que momento da vida você cansou...
O que importa é que sempre é possível e necessário recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
E renovar as esperanças na vida e o mais importante, acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período? foi aprendizado...
Chorou muito? foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas? foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes? é porque fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido? era o início de sua melhora...
Pois é... agora é hora de reiniciar... de pensar na luz...
De encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal um novo emprego? Uma nova profissão ?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso...Ou aquele velho desejo de aprender a pintar...
Desenhar... dominar o computador... ou qualquer outra coisa...
Olha quanto desafio... quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando.
Esta se sentindo sozinho? besteira...
Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento"...
Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...nem nós mesmos nos suportamos...
Ficamos horríveis...o mal humor vai comendo nosso fígado...até a boca fica amarga.
Recomeçar... hoje é um bom dia para começar novos desafios
Onde você quer chegar?
Ir alto... sonhe alto... queira o melhor do melhor...
Queira coisas boas para a vida...
Pensando assim trazemos para nós aquilo que desejamos... Pensando pequeno... coisas pequenas teremos...
Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos
Pelo melhor...o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental...
Jogue fora tudo que te prende ao passado...
Ao mundinho de coisas tristes...fotos... peças de roupa, papel de bala... ingressos de cinema... bilhetes de viagens... e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados...
Jogue tudo fora...
mas principalmente...
esvazie seu coração...
fique pronto para a vida...
para um novo amor...
Lembre-se somos apaixonáveis...
somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes... afinal de contas...
Nós somos o "Amor"...
Porque somos do tamanho daquilo que vemos, e não do tamanho da nossa altura.

PARA DAR BOAS VINDAS A PRIMAVERA!!!!



O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direitae para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...
(...) ( Alberto Caeiro, em "O Guardador de Rebanhos", 8-3-1914)

19 setembro 2008

UM PASSEIO NA MONTANHA - VEJA TAMBÉM POSTAGEM ANTERIOR (FOTOS)

video

Clique em PLAY > na imagem acima.

Lindo passeio na montanha (Serra dos Órgãos - Teresópolis-RJ). Belas paisagens na estrada - vide fotos anteriores.

PASSEIO A TERESÓPOLIS-RJ
































































CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS.
Teresópolis-RJ - Cachoeira do Frade.
Lindo passeio na montanha, natureza exuberante, cachoeiras e rios de águas geladas, tomei coragem e mergulhei, dei uma de Tarzan (aposentado), belas paisagens na estrada asfaltada e nos caminhos de terra, e na volta um lindo pôr-do-sol na Baia da Guanabara, que eu não poderia deixar de clicar de dentro do carro mesmo. MUITO BOM!
E ESSE LINDO AZUL NO CÉU NOS FAZ ACREDITAR QUE AINDA TEMOS CHANCES DE SALVAR O PLANETA TERRA... E NOS SALVAR. É só voltar a pensar nos processos, e não só nos resultados. Viver a criança, o adolescente, o adulto e o velho, o sonho, a fantasia, juventude, razão e emoção, amor, prazer, respeito ao próximo, solidariedade, compaixão, espiritualidade.

Perhaps Love

Pois é, falando em talvez, lembrei da letra belíssima desta canção, só não sei se vou conseguir postar pois está aparecendo sempre uma mensagem de erro quando tento colocar algo aqui no blog, vamos tentar...


Perhaps Love

Talvez o amor seja como um lugar de descanso
Um abrigo da tempestade
Ele existe para te dar conforto
Ele está lá para te manter aquecido
E nas horas de turbulência
Quando mais você está sozinho
A lembrança de um amor te levará para casa

Talvez o amor seja como o oceano
Cheio de conflitos, cheio de dor
Como uma lareira quando faz frio lá fora
Como o trovão quando chove
E se eu vivesse para sempre
E todos os meus sonhos fossem realizados
Minha lembrança de amor seria de você

Talvez o amor seja como uma janela
Talvez uma porta aberta
Ele te convida a chegar mais perto
Ele quer te mostrar mais
E mesmo que você se perca
E não saiba o que fazer
A lembrança de um amor fará você superar tudo
O amor para alguns é como uma nuvem
Para outros, tão forte quanto o aço
Para alguns um modo de vida
Para outros uma forma de sentir
E alguns dizem que o amor está suportando
E outros dizem "deixa ir"
E alguns dizem que o amor é tudo
Outros dizem que não sabem

Talvez o amor seja como o oceano
Cheio de conflitos, cheio de dor
Como uma lareira quando faz frio lá fora
Como o trovão quando chove
E se eu vivesse para sempre
E todos os meus sonhos fossem realizados
Minha lembrança de amor seria de você
O amor para alguns é como uma nuvem
Para outros, tão forte quanto o aço
Para alguns um modo de vida
Para outros uma forma de sentir
E alguns dizem que o amor está suportando
E outros dizem "deixa ir" E alguns dizem que o amor é tudo
Outros dizem que não sabem

Talvez o amor seja como o oceano
Cheio de conflitos, cheio de dor
Como uma lareira quando faz frio lá fora
Como o trovão quando chove
E se eu vivesse para sempre
E todos os meus sonhos fossem realizados
Minha lembrança de amor seria de você

18 setembro 2008

Meu relógio parou...

O relógio do meu computador parou, ficou no dia de ontem, e minhas mensagens ficaram presas lá atrás. Mas o tempo não pára, não tem "Perhaps".

NO SILÊNCIO O PENSAMENTO VOA...


Esses poetas sabem mesmo dizer da vida, do amor... e nisso o Mario Quintana foi um MESTRE, e dizia com simplicidade:
BILHETE
Se tu me amas, ama-me baixinho. Não o grites de cima dos telhados. Deixa em paz os passarinhos. Deixa em paz a mim! Se me queres,enfim,tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...
Mario Quintana.
Somos donos de nossos atos, mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos sao pássaros engailoados, sentimentos são passaros em vôo.
Mario Quintana.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...e não brinque com ele." Mario Quintana.

Onde mora Deus?

Quando Deus criou o mundo, passou a viver nele, no mercado.Mas sua vida estava se tornando um tormento cada vez maior porque as pessoas não paravam de trazer-lhe queixas: a mulher de fulano está doente, o filho de sicrano morreu, beltrano não consegue arrumar emprego - todo os tipos, todas as espécies de queixas.

E as pessoas nem ao menos preocupavam-se se era dia ou noite: vinte e quatro horas por dia, ele ouvia queixas e, naturalmente, já não agüentava mais.

Finalmente, consultou seus assessores, que disseram:

- Em primeiro lugar, foi um erro criar o mundo. Agora, fuja, ou essas pessoas vão matá-lo.Mas Deus disse.

- Fugir para onde?

Alguém sugeriu:

- Vá para o Everest.

Deus retrucou:

-Vocês não conhecem o futuro. Conheço o passado, o presente e o futuro.

Logo um sujeito vai chegar lá. E assim que me vir, o mesmo problema vai aparecer: por toda a parte haverá ônibus, estradas, aeroportos, restaurantes, hotéis... porque as pessoas irão lá para queixar-se de problemas e dificuldades. A mesma coisa vai recomeçar.

Alguém falou:

- Então é melhor que você vá para a Lua.

Disse Deus:- Vocês não entendem.

Não há um único lugar em todo o mundo, onde o homem não consiga chegar algum dia.
Um velho assessor, que costumava falar raramente, segredou ao ouvido de Deus:

- Sei de um lugar aonde o homem nunca chegará: simplesmente entre dentro dele. Ele vai procurar em toda a parte - mas nunca dentro de si mesmo.

E Deus respondeu:

- Isso parece ser sensato.

Desde então, Deus mora dentro de você.
Agora, contei-lhe o segredo e o resto depende de você: se quiser ir encontrá-lo, vá para dentro!

Mas não se queixe... De fato, ele ficará muito feliz em vê-lo, porque em milhares de anos não tem visto muita gente - só de vez em quando.E as pessoas que chegam até Ele, conseguem isso ficando silenciosas, alertas, conscientes.
Não se queixam - riem.
Afirmo-lhe que Deus ri junto com elas.

Autor: Osho

O PESCADOR


Clique sobre a imagem para ampliá-la.
Nuvens escuras nos mercados financeiros do mundo... parece coisa de especulador (???$$$).
Estão vendo aquele pescador lá na pedra?
Eu perguntei a ele se sabia que as bolsas cairam. Ele respondeu: - Caiu minha bolsa não... eu que botei ela dentro d'água para o peixe ficar fresquinho, mas tá presa na pedra...
Tá é dando peixe de montão, uma beleza! A janta tá garantida.

DIA DE CHUVA E FRIO




Clique sobre as imagens para ampliá-las.
Foi só um dia de chuva
Desses jeitos da natureza nos falar
Limpar o ar, molhar a terra, regar as plantas
Fazer o rio correr

A brisa fresca sensibiliza a alma
Que nos fala de alegrias e tristezas
E o dia cinza nos faz ver esses contrastes
Até mesmo nas fotografias.

... E nem impediu o meu caminhar
E o avião lá no céu de voar.

RIO DE CHUVA





Clique sobre as imagens para ampliá-las.

MAS QUE RIO É ESSE !?

Volta SOL !

CORRENDO ATRÁS DAS BORBOLETAS - Mario Quintana






“Com o tempo, você vai percebendo que
para ser feliz com uma outra pessoa,
você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela...

Percebe também que aquela pessoa que você ama
(ou acha que te ama)
e que não quer nada com você, definitivamente,
não é a pessoa da sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e,
principalmente, a gostar de quem também,
gosta de você...

O segredo é não correr atrás das borboletas...

É cuidar do jardim para que elas venham até você...

No final das contas, você vai achar não quem
você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!!!
(foto ney).

17 setembro 2008

A JANELA



.

.
Gosto da vida sem pressa,
como os pensamentos do poeta
que vão na imensidão do tempo
vendo todas as belezas e os amores,
por isso, assim persiste plantando flores
no jardim da vida.

As borboletas estão no jardim...
sem pressa.
Vejo danças nessa imensidão de flores,
esse balé das borboletas embeleza todas as manhãs
embaixo da minha janela...
sem pressa.
chegam com a luz do sol, assim são as borboletas...
sem pressa.

As gotinhas de orvalho da madrugada vão sumindo,
vejo as flores se abrindo e tudo ficando colorido,
gosto da vida sem pressa.
Para te ver passar na minha janela
assim percebo como a vida é bela...
sem pressa.

Pressa? Só para encontrar com você
que me faz viver com emoções.
Quero viver como o poeta
com toda a imensidão de tempo...
sem pressa.

E. Ronis Ruach.

16 setembro 2008

PRAIA DO PERÓ/CABO FRIO... no caminho para Búzios

video

Clique em PLAY > na imagem acima.

Praia deserta, imensa e linda

Mar e restinga a perder de vista

Ouvi as ondas e as gaivotas

Senti o vento e o sol

Vi o azul do céu e do mar

Mas não vi você

15 setembro 2008

MEIO FLORESTA, MEIO JARDIM

video

Clique em PLAY > na imagem acima.

Jardim Botânico (outras fotos)









Clique sobre as imagens para ampliá-las.

MUITO BOM

Belas fotos! Esse passeio de Búzios é tudo de bom.
Valeu!

A POSSIBILIDADE

"É a possibilidade que me faz continuar e não a certeza. Uma espécie de aposta da minha parte. E embora me possam chamar sonhadora...Louca ou qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível..." Fênix Faustine.

Nem a tristeza, nem a desilusão, Nem a incerteza...Nem o medo, nem a depressão... Nada me impedirá de sorrir...Por mais que sofra meu coração.....Nada me impedirá de sonhar....Nem o desespero nem a descrença... Muito menos o ódio ou alguma ofensa...Mesmo errando e aprendendo, Tudo me será favorável...Para que eu possa sempre evoluir, Preservar,servir,cantar,agradecer,Perdoar,recomeçar... Quero viver o dia de hoje, Como se fosse o primeiro...Como se fosse o último,Como se fosse o único... Quero viver o momento de agora, Como se ainda fosse cedo, Como se nunca fosse tarde... Conservar o equilíbrio e fortalecer,A minha esperança... Quero caminhar na certeza de chegar...Fênix Faustine

14 setembro 2008

QUESTÃO RESOLVIDA



Clique sobre a imagem para ampliá-la.

Num post anterior fiquei em dúvida sobre o caminho a seguir, agora resolvi a questão, mas não foi moleza encontrar a solução, tive mesmo que me desdobrar (rs).

Jardim Botânico do Rio de Janeiro (fotos ney).



















Clique sobre as imagens para ampliá-las.

Jardim Botânico-Rio (fotos ney).