29 abril 2009

CARTAS DE AMOR...


"Cartas de amor são escritas não para dar notícias, não para contar nada, mas para que mãos separadas se toquem ao tocarem a mesma folha de papel".

TORNE-SE OCEANO...


Diz-se mesmo, que um rio ao cair no oceano, ele treme de medo.
Olha para trás, para toda a jornada:Os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre.


Mas, não há outra maneira.O rio não pode voltar.Ninguém pode voltar.Voltar é impossível na existência.Você pode apenas ir em frente.O rio precisa se arrisacar e entrar no oceano.E somente quando ele entra no oceano é que o medo desaparece, porque apenas o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano, mas tornar-se oceano.


Por um lado é o desaparecimemto e por outro lado é o renascimento.

Assim somos nós.

Só podemos ir em frente e arriscar.

Que tenhamos coragem!!

Avancemos firmes para nos tornarmos o oceano!!!

28 abril 2009

O AMOR NOS TEMPOS DA GRIPE SUÍNA



Camisinha também para o beijo... Que tristeza!

Uma constatação...


(João Guimarães Rosa)

"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem."


RIO DE JANEIRO

Essa imagem não precisava de título. Cada um de nós pode imaginar um longa história vendo tanta realidade. É nessa realidade que vão realizar a Copa de 2014 e sonham com as Olimpíadas de 2016.

Escolas...



Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas.

Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o vôo.

Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em vôo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque o vôo já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado.

Rubem Alves

27 abril 2009

A Poesia de Mario Quintana

Canção Para Uma Valsa Lenta

Minha vida não foi um romance...
Nunca tive até hoje um segredo.
Se me amas, não digas, que morro
De surpresa... de encanto... de medo...

Minha vida não foi um romance
Minha vida passou por passar
Se não amas, não finjas, que vivo
Esperando um amor para amar.

Minha vida não foi um romance...
Pobre vida... passou sem enredo...
Glória a ti que me enches a vida
De surpresa, de encanto, de medo!

Minha vida não foi um romance...
Ai de mim... Já se ia acabar!
Pobre vida que toda depende
De um sorriso... de um gesto... um olhar...

26 abril 2009

Drummond na manhã de domingo

Ao amor antigo

O amor antigo vive de si mesmo,
Não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
Mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raizes fundas,
Feitas de sofrimento e beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
E por estas suplanta a natureza.

Se em toda a parte o tempo desmorona
Aquilo que foi grande e deslumbrante,
O antigo amor, porem, nunca fenece
E a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
E resplandece no seu canto obscuro,
Tanto mais velho quanto mais amor.

(Carlos Drummond de Andrade)

UM PENSAMENTO

Bem, é mais uma idéia, um jeito de ver, entender, ser, talvez chegar junto... tire suas conclusões:

http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/conteudo.asp?id=08609

25 abril 2009

DESPERTAR É PRECISO...

"Na primeira noite
Eles aproximam-se
E colhem uma flor
Do nosso jardim
E não dizemos nada.
Na segunda noite
Já não se escondem;
Pisam as flores,
Matam o nosso cão,
E não dizemos nada.
Até que um dia
O mais frágil deles
Entra sozinho em nossa casa,
Rouba-nos a lua e,
Conhecendo o nosso medo,
Arranca-nos a voz da garganta.
E porque não dissemos nada,
Já não podemos dizer nada".

Vladimir Maiakóvski

24 abril 2009

A PERGUNTA DO SÉCULO...

Essa pergunta foi a vencedora em um congresso sobre vida sustentável.
"Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

CORDEL DAS PASSAGENS

NAS ASAS DO CONGRESSO

I
Eu já estava acostumado
A falar de senadores,
Com suas diretorias,
Mordomias e favores,
Mas meu verso está flagrando
Uma nuvem se formando:
Deputados-voadores.

II
Seja da direita lerda
Ou da esquerda “exemplar”,
Das classes mais abastadas
Ou da ala popular,
Não resiste ao comichão
De entrar num avião
E pelo mundo voar.

III
Leva pai e leva mãe,
A sogra, o sogro e a consorte,
Cunhado pega carona,
A prima também tem sorte,
Quem não tem sorte sou eu
De levar a Galisteu
pro Rio Grande do Norte.

IV
O deputado trabalha
leve, fagueiro e feliz.
Depois de arrancar toco
Puxado pela raiz,
Merece um descanso à toa
Numa praia muito boa
Ou num hotel em Paris.

V
O Congresso é sacerdócio
(Pense num trabalho duro!):
Três dias de aflição,
Em jogo o nosso futuro,
Mas deixa isso pra lá
Que Temer quer descansar
Três dias em Porto Seguro.

VI
Quando pega o microfone,
É o cão chupando manga.
Na agência de viagem,
O deputado da tanga
Fala brother, friend, vixe!
E vai a Miami Beach
Se encher de bugiganga.

VII
A moeda vai ganhar
Nova designação:
Real vai se chamar Milha,
Combinando com milhão,
E a milha pode comprar
Feijão, carne de jabá,
Gasolina de avião.

VIII
A Milha paga pensão
Se a viúva chorar,
Aluga jatinhos caros
Pra campanhas no Ceará
E já tem até doleiro
Que quer trocar de dinheiro
E seu negócio melhorar.

IX
A Milha é mais poderosa
.Cheia de força e vigor,
Já embalou muitas noites
De orgia e de amor
Dos senhores deputados
E nem mesmo o delegado
Da Dona Milha escapou.

X
E pra resolver de fato
A cruel situação,
Proponho aqui que se mude
A nossa legislação:
Saia o poder de lugar
Pra ser suspenso no ar
Nas asas de um avião.

Miguezim de Princesa
Publicado no Recanto das Letras em 23/04/2009

23 abril 2009

DIA INTERNACIONAL DO LIVRO


"Uma casa sem livros é como um corpo sem alma"

"Cícero"

OH MINAS GERAIS

Dulce me mandou um e-mail com um lindo vídeo sobre Minas Gerais, eu o encontrei no YOUTUBE e estou postando aqui para os que desejarem chegar junto. Sou filho de Mineiros, descendentes de portugueses, irmão paulista e carioca. E somos brasileiros, e do planeta TERRA, e é bom interagir com o universo. Infelizmente existem os que preferem as guerras, os fanatismos, os radicalismos e fundamentalismos.
Mas vamos deixar fluir o jeito mineiro de ser, bem descrito nessas linhas que vieram também no e-mail:
Gente, espia só!...
Socê num rupiá os pelinho do corpo, me adiscurpa, mas ocê num é minêro não.
Óia procê vê, tá tudo nos cunforme, música e cenário, tar e quar a gente é.
Duvido qui tenha argum minêro que inda num viu o qui ocê vai vê agorinha...

http://www.youtube.com/watch?v=MTOeXCh5ep4

SÃO JORGE


São Jorge é muito homenageado aqui no Rio, igrejas lotadas desde muito cedo, fogos a noite inteira...

22 abril 2009

E-MAIL RECEBIDO

Amigos do CHEGA JUNTO,

Acabo de receber um e-mail de um tal de Pero Vaz. Diz ter vindo de ALEM MAR numa caravela e que achou o pessoal que estava na praia muito desnudo.
Fez diversas considerações sobre nossa terra e nossa gente, algumas transcrevo a seguir, e pediu para entrar para o blog, juntamente com um amigo chamado Cabral. Deixou o celular, caso alguém queira saber mais detalhes sobre seu perfil. Considerei meio estranho o último parágrafo do seu e-mail, acho que ele já andou conversando com alguns políticos, mas vocês dirão melhor.

O texto do Pero Vaz:

"Pelo sertão nos pareceu, vista do mar, muito grande, porque, a estender olhos, não podíamos ver senão arvoredos. que nos parecia muito longa. Nela, até agora, não pudemos saber que haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro; nem 1ho vimos. Porém a terra em si é de muito bons ares, assim frios e temperados, como os de Entre Doiro e Minho, porque neste tempo de agora os achávamos como os de lá. Águas são muitas; infindas. E em tal maneira é graciosa que, querendo aproveitar, dar-se-á nela tudo, por bem das águas que tem. Porém, o melhor fruto que dela se pode tirar me parece que será salvar esta gente. E esta deve ser a principal semente que nela deve lançar".

DIA DA TERRA

Vamos cuidar do nosso Planeta...




Quadras populares - FERNANDO PESSOA (2)


Dona Rosa, Dona Rosa,
Quando eras inda botão
Disseram-te alguma cousa
De flor não ter coração?

- - - - - - - - - - - - - -
Dona Rosa, Dona Rosa,

De que roseira é que vem,
Que não tem senão espinhos
Para quem só lhe quer bem?

(Quadras ao gosto popular)

21 abril 2009

Thiago de Mello

Para os que erraram,
mas souberam aprender
com a licão dos revezes,
os que já levaram tanta porrada
mas não desanimam
e continuam firmes
no seu amor revolucionário,
fazendo a sua parte
todos os dias
_em qualquer lugar do mundo_
pela redenção dos injustiçados
e dos oprimidos.

(Thiago de Mello in Poesia Comprometida com a Minha e a Tua Vida)

Hino a Tiradentes

Hino a Tiradentes

Composto por ocasião da comemoração do 9° decenário da execução do infeliz mártir da liberdade, e posto em música pelo hábil e inspirada maestro o Sr. Emílio Soares de Gouveia Horta

Salve, salve, ínclito mártir,
Resplandecente farol!
Da aurora da liberdade
Foste o sangrento arrebol.
Em soberbos monumentos

Grave a mão da pátria história:
- Maldição a teus algozes
Ao teu nome eterna glória.
A tua cabeça heróica
Sobre vil poste hasteada
- Liberdade
- Independência
Até hoje inda nos brada.
Em soberbos monumentos, etc.

Do teu mutilado corpo
Os membros esquartejados
Foram ecos rugidores,
Aos quatro ventos lançados.
Em soberbos monumentos, etc.

De teu sangue generoso
Esta terra rociada
Fez brotar da independência
A semente abençoada.
Em soberbos monumentos, etc.

Esse sangue derramado
Pelo brutal despotismo
Foi da pátria brasileira
O sacrossanto batismo.
Em soberbos monumentos, etc.

Desde então à tirania
O férreo braço adormece,
E o formoso sol dos livres
No horizonte resplandece
Em soberbos monumentos, etc.

Salve, salve, ínclito mártir
Sanguinolento farol,
Que acendeste no horizonte
Da liberdade o arrebol!
Em soberbos monumentos, etc.

Ouro Preto, abril de 1882

Quadras populares - FERNANDO PESSOA


"A quadra é um vaso de flores que o Povo põe à janela da sua alma."

"

"Cantigas de portugueses
São como barcos no mar —
Vão de uma alma para outra
Com riscos de naufragar."


TIRADENTES



Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney)

Esta foto tirei tirei ontem, colocando em destaque a estátua de Tiradentes. O local tem um belo contexto arquitetônico, infelizmente misturando o Rio antigo (construções da época do império), com imensos arranha-céus. O Palácio Tiradentes foi construído no terreno da "cadeia velha" onde esteve preso Tiradentes. Ali foi também o parlamento imperial, o Congresso Nacional, e é hoje Câmara dos Deputados do Rio de Janeiro. Mais imagem em http://www.flickr.com/photos/claudiolara/255088236/

Cecilia Meireles nos diz bem de Tiradentes em O Romanceiro da Inconfidência:

Por aqui passava um homem
- e como o povo se ria! -
que reformava este mundo
de cima da montaria.

Tinha um machinho rosilho.
Tinha um machinho castanho.
Dizia: ‘Não se conhece
país tamanho!’

‘Do Caeté a Vila Rica,
tudo ouro e cobre!
O que é nosso, vão levando..
E o povo aqui sempre pobre!’

Por aqui passava um homem
- e como o povo se ria! -
que não passava de Alferes
de cavalaria!

‘Quando eu voltar - afirmava -
outro haverá que comande.
Tudo isto vai levar volta,
e eu serei grande!’

‘Faremos a mesma coisa
que fez a América Inglesa!’
E bradava: "Há de ser nossa
tanta riqueza!"

Por aqui passava um homem
- e como o povo se ria! -
‘Liberdade ainda que tarde’
nos prometia.

Cecília Meireles sabia do que acontecera durante toda a Inconfidência Mineira,
e a aquela referência, no poema, à América Inglesa, não foi gratuita. É que os Estados
Unidos, saindo do colonialismo inglês, tomaram conhecimento do preparo da sedição
brasileira e Tomas Jefferson, o criador da primeira Constituição americana queria
simplesmente falar, se encontrar com Tiradentes. Alguns historiadores acham que tal
encontro se realizou. http://74.125.47.132/search?q=cache:tHwbaTbWlq0J:www.dombarreto.g12.br/arquivos/temporarios/Assis%2520Brasil/TIRADENTES%2520POESIA%2520E%2520HISTORIA.pdf+Tiradentes+-+poesia&cd=6&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

Mas vejam o que outros falam da nossa polêmica libertação. Clique em cada triângulo vermelho do "libertas que sera tamen" desse endereço: http://www.blocosonline.com.br/literatura/poesia/temdomes/2006/04/Tiradentes/temdomes.php

20 abril 2009

VIAGEM NO TEMPO










































Clique sobre as imagens para ampliá-las (fotos ney)
Manhã de sol e céu azul. Peguei a lancha, passei pelo centro do Rio e entrei no bonde para Santa Tereza. Lá voltei no tempo nos trilhos dos bondes, nas antigas construções, ruas de paralelepípedos, muitos turistas, artesanato, restaurantes. De volta ao centro do Rio passei pelo Rio antigo, igrejas, becos, bares e restaurantes, cheguei de volta a Niterói no final da tarde. Fotos e vídeos, ai estão algumas, desculpe ocupar tanto espaço, só quis chegar junto com o meu pequeno passeio. ney/

AS INDAGAÇÕES...

"A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas".
Mário Quintana

Oi

Tô na área. Não sumi não! Tá legal demais.

19 abril 2009

Um "Poema em linha reta"...

FERNANDO PESSOA

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda,
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de frete,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco,
Eu que tenho que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe – todos eles príncipes – na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,
Arre, estou farto de semideus!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traído – mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que tenho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

18 abril 2009

EU NÃO SEI...

EU NÃO SEI...
Eu não sei se o tempo passou rápido o meu viver...
Eu não sei se foi forte o vento
ou eu fiquei rígida
tentando não sofrer...
Eu não sei se quero cantar
o que passou, o que vai chegar...
Eu nem sei se ainda quero amar (sempre)
E o tempo presente comemorar...
Eu não sei se foram muitas voltas
ou foram cambalhotas
e se nós resistimos...

Nem mesmo sei o que vou saber...
Se vamos melhorar...mas não desistimos!

"...OLHA EU NÃO SEI SE ERAM OS ANTIGOS QUE DIZIAM...QUE NA TORTURA TODA CARNE SE TRAI"...ESTIVE REFLETINDO OS COMENTÁRIOS QUE FORAM MUITO INTERESSANTES E ME DEU VONTADE DE FAZER DIFERENTE...NÃO PELAS PESSOAS, POIS AINDA NÃO SABEMOS...MAS POR VONTADE DE REVELAR CONTRADIÇÕES COTIDIANAS...SINTO QUE ESTA MESMA POESIA AINDA TERÁ OUTRAS FORMAS...EU SEI, EU NÃO SEI, EU PENSAVA QUE SABIA, UM DIA EU VOU SABER, A TANTO PARA SABERMOS, UM DIA APRENDEMOS...E POR AI VAI... EM CASA VIVENDO A VIDA..."SOU FELIZ E AGRADEÇO POR TUDO QUE DEUS ME DEU"...
RITA REIKKE - 29/08/2006

Do site http://sitedepoesias.com.br/poesias/13833

PALHAÇOS


Belos textos, provérbios, veja no link do título ou nesse endereço http://powerpointdownload.blogspot.com/2009/04/citacoes-para-meditar-e-belas-imagens.html
Se quiser use tela cheia.

OLHOS FECHADOS e FURTIVO



Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney)
.
OLHOS FECHADOS
.
.
.
Vejo-a de olhos fechados. Vem sozinha.
Sua veste é uma nuvem que a transporta.
Sou eu que a invento, é uma ilusão só minha.

Sei que ela não existe. Não importa.
Abrindo os braços, pra mim caminha,
Visão antiga que eu julgava morta.

O espírito ama a irrealidade. De onde
Surge a imagem abstrata que se esconde
Em mim? eu tembém eu, vendo-a, tranponho.

A realidade que quer ser sublime
E inventa um nulo amor que só se exprime
No meu recôndito, invísivel sonho. Dante Milano.
*********
FURTIVO

Passeando num jadim inexistente
Encontrarás uma mulher ausente...

Segue-a. Fala-lhe. Espera que ela te olhe,
Beija-lhe a mão antes que se desfolhe,

Depois, no ouvido, dize-lhe o que sentes,
Expressa-lhe, em palavras balbuciantes,

Com voz arfante e comoção sincera
A paixão que te faz tremer os dentes... Dante Milano

Possivelmente...


Carlos Drummond de Andrade

"Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram"


17 abril 2009

CHEGAR JUNTO

SENTIR-SE AMADO*

Fazer alguém sentir-se amado
É tarefa difícil, é tarefa ingrata...
O afeto que se está acostumado
É quase único, pessoal, é falta...

É enredar um caracol em prata
E vale até chegar perto do fado...
Fazer alguém sentir-se amado
É tarefa difícil, é tarefa ingrata...

É semente, vida, navio atracado...
Acariciar pelo calor que refrata,
Adiantar-se, ser querido e no ato
Seduzir, chegar junto, sem data,
Fazer alguém sentir-se amado...

Rondel Inédito!*Núcleo Temático Filosófico.Ibernise. Indiara(GO), 26.03.2008.Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.

Link no título ou aqui... http://www.worldartfriends.com/modules/publisher/article.php?storyid=537

Viajar é preciso...

(Paris by night)

AMIR KLINK

"Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si próprio, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver."

A vida é...



"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos".

Charles Chaplin

Para rir um pouquinho...

A jornalista entrevista um famoso deputado:
- Deputado, o senhor pode nos dizer como começou a sua carreira de político?
- Ah! Foi logo na infância... eu ainda estudava no primário...
- No primário?!
- espantou-se a jornalista.
- Sim! Um dia meu pai me chamou e disse:
"Filho, a partir de hoje eu vou lhe dar mil cruzeiros toda as vezes que você tirar uma nota maior que 7". Então, eu cheguei para a minha professora e falei: "Escuta, dona Clotilde, a senhora não gostaria de ganhar quinhentos cruzeiros de vez em quando?".

16 abril 2009

Rir ainda é o melhor remédio...



Um garotinho de 5 anos queria ganhar 100 reais e rezou durante 2 semanas para Deus. Como nada acontecia, ele resolveu mandar uma carta para o Todo-Poderoso com seu pedido. O correio recebeu uma carta endereçada para "Deus-BRASIL" e resolveram manda-lá para o Presidente Lula. O Lula ficou muito comovido com o pedido e resolveu mandar uma nota de 10 reais para o garotinho, pois achou que 100 reais era muito dinheiro para uma criança tão pequena. O garotinho recebeu os 10 reais, e imediatamente, sentou-se para escrever uma carta de agradecimento: "Prezado Deus, muito obrigado por me mandar o dinheiro que eu pedi, contudo, notei que por alguma razão, o Senhor mandou-o através de BRASÍLIA, e como sempre, aqueles filhos........ ficaram com 90% do que era meu!

Um pensamento...


Fernando Pessoa

"Matar o sonho é matarmo-nos. É mutilar a nossa alma. O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso."

PARA SER FELIZ...

"Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade".

Mário Quintana

15 abril 2009

Ronaldo, o brahmeiro...

Pois é.Este blog sempre procura chegar junto com assuntos que envolvem a nossa sociedade.Um problema social como o alcoolismo deveria ser tratado com seriedade e não da forma como está sendo tratado pela publicidade brasileira.

Comparar as heroicas voltas de Ronaldo ao futebol com o suor da cerveja é chamar o espectador de estúpido

José Roberto Torero

BEBERRAZ leitor, alcoofilista leitora, vocês viram o comercial do Ronaldo? O comercial da Brahma? Para quem não viu, faço um resumo: ele aparece driblando vários obstáculos, faz um trocadilho entre o suor dele e o suor da cerveja e acaba dizendo, com um copo na mão, que é um "brahmeiro".


Como assim? Um atleta importante fazendo comercial de cerveja? Ou pior, um atleta ainda gordo, em recuperação, fazendo comercial de cerveja? Não entendi. E não entendi porque me parece uma propaganda ruim para os dois.

Para a cerveja, porque eu, vendo o comercial, penso: "Poxa, cerveja engorda pra caramba!". Para o jogador, porque mostra que ele não é um atleta sério. É um cara que bebe mesmo ainda estando longe da sua melhor forma.
...

A legislação permite que as propagandas de bebidas abaixo de 13 graus GL (Gay-Lussac) sejam exibidas em qualquer horário. Por isso é que vemos comerciais de cervejas e dessas vodkas ice a toda hora. Porém, em maio de 2007, Lula assinou um decreto que classificou como alcoólica toda bebida com mais de 0,5 grau GL. Só que, inexplicavelmente, esse decreto não restringiu a propaganda de cerveja.

Voltando ao comercial, que foi criado pela agência África, no texto o atacante afirma que tem orgulho de "cair e se levantar". O redator não devia estar sóbrio quando o escreveu. É uma frase muito infeliz. Uma piada pronta. Tanto que, na mesma hora, o amigo com quem eu via o jogo comentou: "Cair e se levantar não é grande coisa. Qualquer bêbado consegue isso". E comparar o esforço heroico de Ronaldo para voltar três vezes ao futebol com o suor da cerveja é chamar o espectador de estúpido. É fazer troça da fantástica recuperação do jogador, que deveria falar "Eu sou artilheiro" e não "Eu sou brahmeiro".

A publicidade brasileira, que já foi das melhores do mundo, vem piorando nos últimos anos. Mas, agora, se superou. Acho que, pelo menos, para desencargo de consciência, esta nova propaganda deveria vir com um daqueles avisos no final, algo do tipo: "O Ministério da Saúde adverte: Cerveja dá barriga e faz você confundir mulher com similares".

Folha de S.Paulo, 14 abr. 2009

14 abril 2009

A Poesia de Florbela Espanca

CONTO DE FADAS

Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor!
E para as tuas chagas, o ungüento
Com que sarei a minha própria dor.

Os teus gestos são ondas de Sorrento...
Trago no nome as letras de uma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho; o astro que dormita,
O manto dos crepúsculos da tarde,
O sol que é de oiro, a onda que palpita.

Dou-te, comigo, o mundo que Deus fez!
- Eu sou Aquela de quem tens saudade,
A princesa do conto: “Era uma vez...”

METAMORFOSE...


Não haverá borboletas se a vida não passar
por longas e silenciosas metamorfoses.

Rubem Alves

CHEGANDO JUNTO NA ORAÇÃO...

Há momentos em que sentimos que devemos orar e levar até Deus as nossas necessidades.Cada um com a sua fé, com suas crenças...

Um dos trechos da Bíblia mais importante sobre a oração, que se encontra em Mt 6:6-13:

6 Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.
7 E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.
8 Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.
9 Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
10 venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu;
11 o pão nosso de cada dia dá-nos hoje;
12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores;
13 e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém!

13 abril 2009

APRENDIZAGEM...

Trechos lindos de um livro lindo:

"- Não poderei ir Ulisses, não estou bem.
Houve uma pausa. Ele afinal perguntou:
- É fisicamente que você não está bem?
Ela respondeu que não tinha nada físico.
Então ele disse:
- Lóri, disse Ulisses e de repente parece grave embora falasse tranquilo, Lóri: uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.Apesar de, se deve comer. Apesar de se deve viver apesar de. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora da minha própria vida.
Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, esperarei quanto tempo for preciso.
(...)

Não temos aceito o que não se entende porque não queremos passar por tolos. Temos amontoado coisas e seguranças por não nos termos um ao outro.
Não temos nenhuma alegria que já tenha sido catalogada.
Temos construído catedrais, e ficando do lado de fora pois as catedrais quem nós mesmos construímos, tememos que sejam armadilhas.
Não nos temos entregue a nós mesmo, pois isso seria o começo de uma vida larga e nós a tememos.
Termos evitado cair de joelhos diante do primeiro de nós que por amor diga: tens medo.
Temos organizado associações e clubes sorridentes onde se serve com ou sem soda.
Temos procurado nos salvar mas sem usar a palavra salvação para não nos envergonharmos de ser inocentes.
Não temos usado a palavra amor para não termos de reconhecer sua contextura de ódio, de amor, de ciúme de tantos outros contraditórios.
Temos mantido em segredo nossa morte para tonrar nossa vida possível.
Muitos de nós fazem arte por não saber como é a outra coisa.
Temos disfarçado com falso amor a nossa indiferença, sabendo que nossa indiferença é angústia disfarçada.
Temos disfarçado com o pequeno medo o grande medo maior e por isso nunca falamos no que realmente importa.
Falar no que realmente importa é considerado uma gafe.
Não temos adorado por ter a sensata mesquinhez de lembrarmos a tempo dos falsos deuses.
Não temos sido puros e ingênuos para não rirmos de nós mesmos e para que no fim do dia possamos dizer "pelo menos não fui tolo" e assim não ficarmos perplexos antes de apagar a luz. Temos sorrido em público do que não sorriríamos quando ficássemos sozinhos.
Temos chamado de fraqueza a nossa candura.
Temos-nos temido um ao outro, acima de tudo. E a tudo isso consideramos a vitória nossa de cada dia."

(Uma aprendizagem ou o Livro dos prazeres - CLARICE LISPECTOR)

Prece irlandesa


Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre leve às suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos.
E até que nos encontremos de novo,
Que Deus o guarde nas palmas de Suas mãos.

12 abril 2009

Para o Café da Tarde

LUZ E RESSURREIÇÃO

Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).

Das trevas renasce a luz...

“Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8,12). Jesus, nesta passagem do Evangelho revela-se como sendo Luz do mundo. Ora, Ele mesmo um dia advertiu que “ninguém acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa”. (Mt 5,15)

UM DOMINGO DE PÁSCOA


Apesar da convocação aos fiéis achei um pouco vazia a igreja neste domingo, comparando aos meus tempos de aluno do Salesiano (anos 60), quando lotava a igreja, as escadas e ruas próximas. Passei as 8 horas por lá, e foi uma semana de celebrações, pode ser isso (?). ney/

DOMINGO DE PASCOA...

UM CONTO DE PASCOA

(Luis Fernando Veríssimo)

- Papai, o que é Páscoa?
- Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
- Igual ao Natal?
- É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
- Ressurreição?
- É, ressurreição. Marta, vem cá!
- Sim?
- Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
- Bom meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
- Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
- Que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
- Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
- É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a Ilha da Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
- Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
- Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
- Coelho bota ovo?
- Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
- Era... era melhor, sim... ou então urubu.
- Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?
- É.
- Que dia que ele morreu?
- Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
- Que dia e que mês?
- (?? Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
- Um dia depois!
- Não, três dias depois.
- Então morreu na quarta-feira.
- Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
- Papai, por que amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
- É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
- O Judas traiu Jesus no sábado?
- Claro que não! Se Jesus morreu na sexta!!!
- Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
- Ui...
- Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
- Cristo. Jesus Cristo.
- Só?
- Que eu saiba sim, por quê?
- Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
- Ai Coitada!
- Coitada de quem?
- Da sua professora de catecismo!

11 abril 2009

SÁBADO DE ALELUIA



Foi um sábado de aleluia bem azul aqui no Rio, uma ressaca fez a alegria dos surfistas. Estava eu com minha bicicleta e fotografando, passou um senhor da mesma idade e disse: - Pois é, e nem pagamos direitos autorais ao Criador. Estava bem ali a nossa volta a luz iluminando a vida, o mundo. ney/

CINEMA

O TEMPERO DA VIDA (nas locadoras) - É um filme poético, com uma fotografia linda e uma história maravilhosa. Nos remete a temperos, amores, família. Vai despertando os sentidos em cada cena. Vale a pena ser visto!" - Elisangela Dias.
O Tempero da Vida exalta as diferenças culturais mostrando as semelhanças. Não é sempre que filmes conseguem mostrar isso. - Alysson Oliveira.
http://www.adorocinema.com/filmes/tempero-da-vida/tempero-da-vida.asp
http://www.youtube.com/watch?v=mK33xQxbYW4

Gostei muito/ney.

10 abril 2009

É tempo de Renascimento!

(Clique na imagem para amplia-la)

A AMIZADE...

Os homens não tem mais tempo de conhecer coisa alguma.
Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não tem mais amigos.
Se tu queres um amigo, cativa-me
--Que é preciso fazer?
--É preciso ser paciente.
--Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva.
Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada.A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.
Mas, a cada dia, e sentarás mais perto.
(...)
É preciso ter ritos.
--O que é um rito?
--É uma coisa muito esquecida também
_ É o que faz com que um dia seja diferente de outros dias; uma hora, das outras.

Saint Exupéry

CURIOSO


Foto: Jardeco7
10/04/09

09 abril 2009

FELIZ PÁSCOA

Desejo a todos uma Feliz Páscoa! Estarei com a família e aqui no blog também.

PAI E FILHO



Fotos: Jardeco7

THE VOCAL PEOPLE

http://www.youtube.com/watch?v=SRK_e1A4jYk

FELIZ PÁSCOA A TODOS

PÁSCOA
Maria José Zanini Tall

Páscoa... passagem
libertação... nova vida...
Foi assim para os hebreus
que saíram do Egito
procurando
a Terra Prometida...
Páscoa... JESUS...
uma nova aliança
Sua mensagem
é de alegria...
de esperança...
Ele é o Senhor,
não ficou no fracasso da cruz...
ressuscitou...
Abriu-nos o caminho
da vida...
perene...
definitiva...
A Páscoa também é alerta...
O cenário revoltante
em que vivemos
não é o último
da humana existência...
O amor de Deus
tem mais identificação
com quem sofre,
reservando-lhes
a redenção,
com vida plena...
vida feliz...
FELIZ PÁSCOA!

A QUINTA-FEIRA QUE ERA SANTA

Quinta-feira, chamada de Santa nos idos de antigamente, quando a religiosidade do povo fazia deste um dia de recolhimento e respeito. Quinta-feira chamada de primeiro dia do feriadão nos dias de hoje, quando o povo sempre cansado, estressado, não vê a hora de largar tudo para trás e botar o pé na estrada, melhor dizendo, as rodas, ganhar o mundo, ir para a agitação das praias ou o sossego do interior... Ou, no mínimo, ficar curtindo a cidade tranqüila, podendo pegar um cineminha, ir a um teatro, talvez um jantar num restaurante predileto, tudo sem a agitação costumeira, tudo muito mais tranqüilo... As igrejas que se enchiam de fiéis contritos que chegavam para acompanhar as liturgias, hoje, com um número bem mais reduzido de pessoas em seus ofícios, ainda tenta manter acesa a chama da fé e do amor ao Cristo.
Os cinemas que sempre mudavam a programação nestes dias, passando filmes religiosos - íamos toda Sexta-feira Santa ao cinema para ver a Paixão de Cristo - nem toma conhecimento da data, mesmo porque, se o fizesse, veria suas salas vazias. As estações de rádio, da mesma forma, dão sequência à sua programação normal.
E a Semana Santa perdeu sua aura de santa. É só a semana do feriadão da Páscoa que, por sua vez, já não é mais a Páscoa da Ressurreição, mas sim a Páscoa do almoço farto, dos deliciosos e caros ovos de chocolate, dos coelhinhos que milagrosamente botam ovos (de chocolate... rs)
Novos tempos, só isso...

08 abril 2009

FELIZ PÁSCOA



Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney)

O sino é um símbolo da Páscoa. No domingo, tocando festivo, os sinos anunciam com alegria a celebração da ressurreição de Cristo. http://www.youtube.com/watch?v=e8Hu88WBSNw

TÁ SENTINDO ALGUMA COISA?


UM CAMINHO PARA O FUTURO...

ANTOINE DE SAINT EXUPERY

"O futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas um lugar que estamos criando. O caminho para ele não é criado, mas construido e o ato de faze-lo muda tanto o realizador quanto o destino."

GARÇA


Foto: Jardeco7

SEM TÍTULO



Forte de Copacana

Foto: Jardeco7

UM PENSAMENTO...


"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim:
esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem"

João Guimarães Rosa

07 abril 2009

PEDALANDO...

video

Clique em PLAY > na imagem acima.

Ah, não reparem as tantas vezes que repeti "beleza", a péssima dicção, e o microfone da câmera que capta todos os ruidos.

PEDALAR

Eu entro no blog e lá está a bicicleta, o céu azul, e fico logo com vontade de sair por ai pedalando, a favor ou contra o vento.

Beleza, natureza
Pedalar pelo mundo
Fico feliz, com certeza!

NA TV

Bem que eu tentei... fui hoje (agora pouco) dar uma olhadinha na TV, terminou o jornal sangrento e começou a novela com uma mulher com uma faca ameaçando alguém; então fui na cozinha comer qualquer coisa, e quando passo de volta na sala está um alucinado com uma arma na mão agredindo uma mulher e atirando em alguém. Assim não dá, desliguei a TV. Cerca de 19:30h. e já aquela violência toda. Ainda bem que os netos não estavam em casa, se bem que qualquer hora que ligarem vai ter ISSO e muito mais. QUE TRISTEZA! ney/

UMA PERGUNTA

O que é memorando interno? Os comentários vão por e-mail?

MÚSICA PARA COMEMORAR


Foto: Jardeco7

VAMOS TOCAR ESSA OBRA

Foto: Jardeco7

Resposta

Está tudo muito bom! Essas mudanças estão tornando o blog mais legal. Pintem e bordem. Eu também tenho dado uns pitacos.

MEMORANDO INTERNO...

Jards e Ney

Nós, do Clube da Luluzinha do Blog, resolvemos fazer um motin e para isso compramos umas latas de tinta, uns pincéis e, pondo mãos à obra, mudamos tudo por cá. Se o Clube do Bolinha não concordar com as mudanças, podemos entrar em negociações... risos...

Na verdade, as mudanças estão sendo feitas no sentido de acolher melhor os visitantes e os administradores. Esperamos que gostem e que assim estejam sempre presentes, para que o Chega-junto não perca a graça (este quisito fica por conta do Clube da Luluzinha) e o equilibrio (e este cabe aos membros do Clube do Bolinha).

Dulce e Heli

COBERTURAS CARIOCAS


Foto: JARDECO7

MAIS UM PENSAMENTO...


João Guimarães Rosa


"Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia".