15 outubro 2009

Chove – José Gomes Ferreira

Chove...

Mas isso que importa!,
se estou aqui abrigado nesta porta
a ouvir a chuva que cai do céu
uma melodia de silêncio
que ninguém mais ouve
senão eu?

Chove...

Mas é do destino
de quem ama
ouvir um violino
até na lama.

Bom dia! O “Bom Dia” é uma força de expressão, afinal São Paulo amanheceu com muita chuva e vento. Não será um dia fácil para quem está na rua…

Acima uma bela poesia de José Gomes Ferreira sobre o tema, na seqüencia outro poema, dessa vez sobre o sol…

3 comentários:

ney disse...

Bom dia! Viva o sol, viva a chuva, somando e a tudo dando vida. ney.

Dulce disse...

Sid

Mas há também tanta beleza na chuva!
Se a chuva for mansa, alma torna-se mais sensível, o coração pede aconchego... Em tempo de chuva que cai molhando a vida.

heli disse...

Sid.
Aqui no sul as chuvas fizeram muitos estragos.No Paraná tivemos um Tornado levando tudo que encontrou pela frente.Em Santa Catarina a chuva de granizo foi causadora de muita destruição...
Nem sempre a chuva é bem vinda!!