03 outubro 2009

Fazer parte deste time foi um privilégio

As flores são para vocês que me acolheram, que me permitiram fazer parte deste time maravilhoso.
Obrigada, Heli, obrigada, Jards, obrigada, Ney...

Faz quase dois anos que recebi por primeira vez um e-mail do Ney. Ele fizera uma visita ao meu site pessoal e comentava uma de minhas crônicas. Respondi e dai surgiu uma amizade. Eu não tinha blog, na verdade nem tinha idéia do que era um blog. Raramente lia um, mas conversando com o Ney quase que diariamente, fui me tornando leitora assídua do Chega-junto e foi nascendo ai a vontade de criar um blog também, um lugar para colocar meus pensamentos, minhas dúvidas, meus sonhos. Assim nasceu o meu “Em Prosa e Verso”, inspirado no “Chega-junto” que naquela época estava fervilhante.
Por essa altura o Ney descobriu seu amor por fotografias e o “Chega-junto” ficou pequeno para ele, precisava de um espaço só seu aonde pudesse ir buscando novas experiências, novos caminhos. Assim nasceu o “Blog do Ney” que, na medida em que foi crescendo, foi absorvendo mais e mais o tempo dele, ao ponto de esquecer o velho e bom “Chega-junto” que ficou aos cuidados da Heli, pois o Jards também não dispunha de tempo para o blog.
Heli, mulher inteligente, guerreira, apaixonada por seu blog, resolveu lutar para revitaliza-lo e saiu em campo a procura de parceria para faze-lo E, muito honrada com o convite dela, a princípio como simples colaboradora e depois como integrante do blog, lá fui eu, mãos dadas com a ˙Heli, começar uma reforma no espaço. Mudamos a cara, trocando template, estilo, cores, tudo e começamos então uma busca por novos amigos, abrindo caminho na blogosfera para o novo “Chega-junto”. A Heli pediu a colaboração, ou melhor, a volta dos antigos integrantes que, na verdade, não tinham saído, apenas estavam afastados e assim o time (deles) voltou a trabalhar junto e eu fui ficando ali, de contra-peso, mas muito feliz por fazer parte do grupo.
Hoje vejo muito feliz um Chega-junto atuante, alegre, cheio de vida, com uma lista enorme de seguidores e de amigos, com visitas diárias e comentários construtivos e gentis, enfim, o Chega-junto renasceu graças a força e a tenacidade da Heli. Foi muito gratificante, muito honroso fazer parte desse time, mas acho que é chegada a hora de voltar ao meu canto.
Minha pagina pessoal ficou esquecida e é hora de renová-la, meus amigos do Orkut reclamam minha presença, enfim, preciso retomar alguns parâmetros de minha vida e para isso tenho que abrir mão de outros. A principio parei de colaborar com a “Travessa do Ferreira”, mas ainda assim o tempo exigia mais, então, com muita pena, tenho que dizer adeus ao “Chega-junto”, mas só como integrante do grupo que agora, novamente completo com a volta do Ney em tempo integral e do Jards, sempre que pode, voltou a brilhar, pois como leitora assídua pretendo continuar por lá diariamente.

Obrigada a Heli, ao Ney, ao Jards pela acolhida e por me permitirem fazer parte desse time, foi uma honra, um privilégio estar com vocês. Obrigada, mesmo, de coração. Obrigada aos amigos e leitores do Chega-junto pela presença em minhas postagens, pelos sempre gentis comentários.
E vamos lá “chegando-juntos” pelos caminhos da blogosfera...


Dulce

3 comentários:

heli disse...

Dulce.
Tentei encontrar palavras para fazer um comentário na tua postagem.Não encontrei...
Saiba porém, que a sua ausência será sentida, que suas postagens farão muita falta...
Sinceramente, não sei o que dizer...
Apareça sempre, você é sempre bem vinda!!
beijos (com tristeza)
heli

Dulce disse...

Obrigada, Heli

Vou estar sempre por perto, minha querida amiga. Conte sempre comigo.
Meus braços vão estar sempre abertos para um abraço de muita amizade, para acolhe-la quando precisar.
Beijos

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Sabe certamente o que está a fazer, o que a levou a tomar esta decisão. Contudo não posso deixar de lamentar profundamente, vou sentir demais a sua ausência neste espaço.
Se cheguei até aqui e aqui me fui mantendo, foi como sabe bem, muito por si, minha doce amiga.

Sem desprimor para os outros elementos, mas eu identifico-me muito mais com a Dulce.
A nossa Dulce sabe ser AMIGA, não descura nenhum aspecto, é infatigável porque tudo o que faz o faz com muito amor, qualquer pessoa o sente.
Visita os amigos sempre e tem uma palavra sempre amiga e doce, não fazendo comentários infundados ou ocos de conteúdo. Ela é única e é indubitável e verdadeiramente uma Senhora que eu admiro demais.

Eu estarei sempre consigo amiga, sei onde encontrá-la.

Quanto ao Chega Junto e aos restantes colaboradores, lamento a vossa perda.

Beijinhos