27 setembro 2009

Para alegrar o nosso domingo!!

MAR PORTUGUÊS

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

3 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ HELI, BELÍSSIMO POEMA DE FERNANDO PESSOA... ABRAÇOS DE CARNHO,
FERNANDINHA

heli disse...

Fernandinha.
Que bom tê-la Chegando Junto...
Creio que este seja um dos poemas mais conhecidos de Fernando Pessoa.
"...tudo vale a pena quando a alma não é pequena".
beijos com carinho.

ney disse...

"Deus ao mar o perigo deu, mas nele espelhou o céu"... e ao Pessoa deu essa alma IMENSA. Simples e sábio. bjs/ney.