29 setembro 2009

É por aí...

Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela
Só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce
Dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e
Esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
Autor Desconhecido

2 comentários:

Dulce disse...

Jards, bom dia

Esse texto pertence a Clarice Lispector, com adaptaçoes, e assim toma a forma de plágio, mas como consta como de autor desconhecido...
Mas é lindíssimo. Parabéns pela escolha.

Jardeco7 disse...

Então vamos corrigir esse erro!
Dulce, você pode me ajudar postando o texto como ele é.
Li no rodapé de um email e gostei mas não tinha autoria. Sempre cito o autor e não fiz por maldade.