22 janeiro 2010

O SILÊNCIO


Convivência entre o poeta e o leitor, só no silêncio da leitura a sós. A sós, os dois. Isto é, livro e leitor. Este não quer saber de terceiros, n ão quer que interpretem, que cantem, que dancem um poema. O verdadeiro amador de poemas ama em silêncio...
Mario Quintana - A vaca e o hipogrifo

3 comentários:

Lídia Borges disse...

Porém um silêncio cheio de palavras, de versos que enchem a alma, como os de Mário Quintana

heli disse...

Mario Quintana sabe dizer as coisas que tocam a nossa alma, o nosso coração...

Amapola disse...

É mesmo.
E quando a obra nos envolve, ela se torna nossa... e aí ela se multiplica nas viagens de cada leitor.