13 dezembro 2009

Os dois lados-Fernando Pessoa


Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.
Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.
Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa...
Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.
Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.
E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.

4 comentários:

Fernanda disse...

Querida Heli,

Já conhecia este belo poema, mas nunca é demais reler.
Beijos

Tânia Meneghelli disse...

Oi Heli!

Caramba, comentar Fernando Pessoa, especialmente este poema, chega a ser uma ousadia.

Belíssima escolha, parabéns!

Beijoca!

heli disse...

Ná.
Como sempre, sua gentil presença acontece por aqui.
Você está sempre chegando junto.
Ler e reler Pessoa é sempre algo muito agradável,
beijos
heli

heli disse...

Tânia.

Pessoa sempre nos encanta com seus poemas.
Obrigada pela visita.
beijos
heli