31 outubro 2011

CHEGANDO JUNTO AINDA NO VENTRE

Recebi este texto por e-mail. Encontrei também em outros blogs (google), mas não dizem do autor.

Conversa durante uma gestação. Muito interessante!
A comparação entre a vida após a "morte" e a vida após o nascimento é simplesmente maravilhosa! e mais.... uma leve comparação entre mãe e Deus....

O CÉTICO E O LÚCIDO ...

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao outro:

- Você acredita na vida após o nascimento?
- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.
- Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?
- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.

- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento
está excluída – o cordão umbilical é muito curto.

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

- Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

- Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.

- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sente, como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela… PENSE NISSO.....

8 comentários:

Vera Lúcia disse...

Interessante este texto. O que será que os bebês pensam realmente? O que sentem? Nunca vi nadfa a respeito. Mas eles devem pensart, né? Abraços, Ney!

Heliane disse...

Ney
Muito interessante essa comparação.
Eu creio na vida após a morte e tenho a esperança que seja num lugar muito melhor do que esse que estamos.
Cada concepção religiosa tem seu modo de ver a vida após a morte e todas elas acreditam num mundo melhor.
Boa postagem,
beijos

Sandra disse...

Linda a postagem..
Obrigada pela Presença, pelo carinho e atenção. Também aproveito para me desculpar pela ausencia. Nosso tempo de vida real é muito curto e temos muito para realizar.
mas sei que moras em meu coração, e não te esqueço. Sempre que posso eu venho agradecer e te visitar. Sei que não tem mai a mesma frequencia que antes. Mas o importante que essa visita seja de qualidade e cheia de carinho e afeto. Por isso estou aqui. Para lhe dizer qu és O MEU BOTÃO DE ROSAS. CADA VEZ QUE CHEGA NA CURIOSA OU DEMAIS BLOG MEUS, UM NOVO BOTÃO DE ROSAS SE ABRE..

E isso me deixo muito feliz. Obrigada por ser meu seguidor(a).
É maravilhoso ter a sua presença no blog.
Cada vez que venho é de coração cheio de emoção, por te encontrar por lá. Muitas vezes respondo no próprio blog, pois sem tempo de visitar sou obrigada fazer assim. Mas fico feliz com a sua visita. A Telinha nunca afasta, mas sim, aproxima CORAÇÕES que são verdadeiros.
Nossa AMIZADE É ASSIM. Cheia de ternura e fidelidade.
Obrigada..Até mais..
Assim que puder voltarei.
Bjs no seu coração e um forte abraço na Alma....
Carinhosamente...
Sandra

ney disse...

Gostei muito desse texto e achei que valeria a pena chegar junto postando aqui no blog. Valeu! Abraços/ney.

Vera Lúcia disse...

Para todos vcs um lindo domingo e uma semana de bênçãos, de alegrias e sucessos. Bjs!

Gersika disse...

Muito lindo, uma bela representação da nossa vida real ^^.Gostei! Abraços!

Izabel disse...

Heli! que bom voltar a ler uma postagem sua. Menina qu texto interessando, muito bom! E eu estou de volta para meu pais. Fiquei um pouco depressiva em constatar a minha realidade com ruas e calçamentos cheio de buracos, depois de 2 msses passeando num país lindo, limpo. Mas Deus sabe porque nasci aqui e porque estou aqui. Neste momento feliz por poder comentar sua postagem. Amiga Fique com Deus beijos no seu coração e força, sempre.

heli disse...

Bel
Que bom que vc voltou.Estou esperando as novidades dessa sua viagem maravilhosa.
beijos em seu coração, minha querida amiga.
heli